Home Certificações Financeiras CPA 10 Anbima Bolsa de Valores

Bolsa de Valores

956
4
Compartilhar
Bolsa de Valores B3
Bolsa de Valores B3

Bolsa de Valores

  A bolsa de valores ou bolsas de valores são instituições administradoras dos mercados de capitais. No Brasil, a B³ (antiga BVMF&Bovespa) é no momento a única bolsa em atuação no mercado brasileiro.

Além do mercado á vista de ações a B³ atua também na administração dos mercados de balcão e balcão organizado. A diferença entre esses mercados está nas regras de negociação estabelecidas para os ativos registrados em cada um deles.

A B³ também é responsável por administrar o mercado de derivativos e contratos futuros. Veja meu vídeo explicativo:

 O centro de negociação de valores mobiliários são as bolsa de valores, que utilizam sistemas eletrônicos de negociação para efetuar compras e vendas destes ativos.

No Brasil, as bolsas devem ser organizadas sob a forma de sociedade anônima, e são reguladas e fiscalizadas pela CVM. As bolsas têm ampla autonomia para exercer seus poderes de autorregulamentação sobre as corretoras de valores que nela operam.

Todas as corretoras são registradas no BACEN e na CVM e também são consideradas instituições financeiras.

Bolsa de Valores
Bolsa de Valores

A principal função de uma bolsa de valores é proporcionar um ambiente transparente e líquido, adequado à realização de negócios com valores mobiliários. A Bolsa de Valores no Brasil funciona eletronicamente através de um sistema chamado MegaBolsa, sistema o qual apenas as corretoras de valores tem acesso uma vez que os investidores necessitam obrigatoriamente de uma corretora de valores para intermediar estas transações.

Ativos Negociados em Bolsa de Valores

No passado, o Brasil chegou a ter nove bolsas de valores, mas atualmente a B3 é a única. A empresa como é hoje organizada foi criada em maio de 2017.

Essa empresa foi criada com a integração entre Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) e a Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA) e a CETIP, tornando-se a maior bolsa da América Latina. Veja nas figuras os principais mercados:

Ativos Negociados Bovespa
Ativos Negociados Bovespa

Ativos Negociados BVM&F
Ativos Negociados BVM&F

Serviços da Bolsa de Valores

Bolsa de valores é a instituição financeira que tem como objetivo negociar os ativos financeiros (Confome visto nas imagens acima) de forma eficiente e transparente.

Para um melhor funcionamento do mercado a B3 implantou alguns serviços essenciais principalmente ao pequeno investidor:

  • HomeBroker: ferramenta eletrônica pela qual as Corretoras de Valores oferecem através de seu site ou de um aplicativo para a negociação dos ativos financeiros pela internet sem a necessidade de um Agente Autônomo de Investimentos, podendo atuar diretamente pela internet sem a necessidade de envio de ordens para a corretora por telefone ou e-mail.
  • After Market: Uma das grandes inovações da B3 o after-market (termo em inglês significa depois do mercado) permite a negociação dos ativos por um período de tempo após o fechamento do mercado onde o pequeno investidor consegue realizar suas compras e vendas após o horário comercial (existe um horário pré-determinado e uma variação máxima permitida).
  • Novo Mercado O novo mercado é um segmento da Bovespa onde estão listadas as empresas com o maior grau de Governança Corporativa que, seguem além da legislação diversas práticas de transparência e proteção ao pequeno investidor como Tag Along (mesma garantia a todos os investidores no caso de fusão ou aquisição da empresa) e somente um tipo de ações.

Funções da Bolsa de Valores

Os mercados de capitais são mais eficientes em países onde existem bolsas de valores bem estruturadas, transparentes e líquidas.

Para que elas desempenhem suas funções, o ambiente de negócios do país tem que ser livre (sem restrições a nenhum tipo de operações) e as regras devem ser claras. Nestes contextos, as bolsas podem beneficiar todos os indivíduos da sociedade e não somente aqueles que detêm ações de companhias abertas.

Benefícios de uma Bolsa de Valores

Veja abaixo, quais são os benefícios gerados pelas bolsas de valores para a economia e a sociedade como um todo:

  • Capitalização para Investimentos: A bolsa de valores fornece oportunidade para as empresas levantarem capital para expansão de suas atividades através da venda de seu capital social (Ações), e outros valores mobiliários para captação de recursos como debêntures e notas promissórias.
  • Auxiliando o desenvolvimento das Empresas: Para uma grande empresa, as aquisições e ou fusões com outras empresas são vistas como oportunidades de expansão de sua linha de produtos, aumento dos canais de distribuição, aumento de sua participação no mercado etc…
    A bolsa de valores serve como um canal que as companhias utilizam para aumentar seu capital social e seu valor de mercado através da oferta de ações (uma ação é a menor fração do capital social de uma empresa).
    Esta é a forma mais simples e barata para uma empresa captar uma grande quantidade de recursos para investimentos de longo prazo.
  • Mobilizando poupanças em investimentos: O investimento (não especulativo) de longo prazo em capital social das empresas é uma forma mais racional de alocação do recurso para a economia.
    Essa lógica é válida uma vez que empresa utilizará este recurso para aumento de produção e investimentos gerando empregos diretos e indiretos além da alocação do recurso na economia gerando renda e desenvolvimento a nação.

    Por que a bolsa é importante?

  • Redistribuição de renda: A redistribuição de renda ocorre quando uma grande empresa torna possível um pequeno investidor tornar-se sócio de um grande e lucrativo negócio, participando assim do crescimento da empresa e de seus lucros.
    O mercado de capitais possibilita a redução e da desigualdade da distribuição da renda de um país tanto ao investidor profissional como o pequeno poupador (através da orientação correta), através do aumento de preço das ações e da distribuição de dividendos todos têm a oportunidade de compartilhar os lucros nos negócios bem sucedidos feitos pelos administradores das companhias.
  • Aprimoramento da Governança Corporativa: Com uma demanda crescente de novos recursos, as regras do mercado tornam-se cada vez mais rígidas.
    Devida a grande fiscalização de órgãos governamentais como a CVM e dos próprios acionistas por consequência as empresas negociadas em bolsa de valores são mais transparentes e geralmente melhor administradas em comparação as empresas que não são listadas em bolsas de valores.
    Os princípios de governança corporativa estão, cada vez mais, sendo aceitos e aprimorados o que levou ao segmento de Novo Mercado na BVMF&Bovespa.

Criação de Oportunidade a pequenos Investidores

Diferente da grande maioria de negócios que dependem de uma grande soma de recursos, para o investimento em ações não é necessária uma grande soma de dinheiro, seja um grande ou pequeno investidor.

Um pequeno investidor pode adquirir a quantidade de ações que está de acordo com sua capacidade financeira, tornando-se sócio minoritário (mesmo tendo participação percentual ínfima no capital da companhia), sem que tenha que ficar excluído do mercado de capitais apenas por ser pequeno.

Desta forma, a bolsa de valores abre a possibilidade de uma fonte de renda adicional para pequenos poupadores.

Termômetro da Economia

Na bolsa de valores, as negociações são dinâmicas e frequentes, diferente dos ativos reais as bolsas de valores tem seus ativos negociados milhares de vezes por minuto, o que torna muito mais rápida a reação.

Uma recessão ou crise financeira eventualmente leva a uma queda drástica no valor das ações quase que imediatamente quando pode demorar até meses para ser repassado aos ativos reais.

Auxilio de Financeiro a Projetos Sociais

Os governos federal, estadual ou municipal podem contar com as bolsas de valores ao emprestar dinheiro para a iniciativa privada para financiar grandes projetos de infra-estrutura, tais como estradas, portos, saneamento básico ou empreendimentos imobiliários para camadas mais pobres da população.

Geralmente, esses tipos de projetos necessitam de grande volume de recursos financeiros, que as empresas ou investidores não teriam condições de levantar sozinhas sem contar com a participação governamental.

Os governos, para levantarem recursos, utilizam-se da emissão de títulos públicos. Esses títulos podem ser negociados nas bolsas de valores. O levantamento de recursos privados, por meio da emissão de títulos, elimina a necessidade (pelo menos no curto prazo) dos governos sobretaxarem seus cidadãos e, desta maneira, as bolsas de valores estão ajudando indiretamente no financiamento do desenvolvimento.

Outro exemplo é que a grande maioria das empresas de infraestrutura do país são negociadas em bolsa de valores como as administradoras de usinas de geração de energia, empresas de construção e reforma de rodovias, ferroviária (maior empresa do ramo ferroviário América Latina Logística)…

 Caso o conteúdo não tenha ficado claro, fique a vontade para deixar sua dúvida nos comentários ou me enviar um e-mail e irei responder o mais breve possível.

Meu sonho que é levar a educação financeira a todos os brasileiros para que todos tenham uma condição de vida digna. Me ajude a realizar este sonho compartilhando este material com o maior número de pessoas possíveis.

Precisando passar na CPA10 ou na CPA20?

Inscreva-se e receba um infográfico exclusivo com 8 dicas para passar na ANBIMA!

4 Comentarios

Deixar uma resposta

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.